Archivi tag: Letteratura Portoghese

Luis de Camoes – Os Lusiadas – General Concordances by Valerio Di Stefano

Luís Vaz de Camões – Os Lusíadas General concordances © 2012 – Valerio Di Stefano Licenza: creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/2.5/ Filename Size Date conclusiadas.doc 7,750,656  10/27/12  3:08 am conclusiadas.odt 2,351,547  10/27/12  3:09 am conclusiadas.pdf 5,853,183  10/27/12  3:07 am conclusiadas.rtf 31,172,630  10/27/12  3:08 am demo.pdf 66,819  10/27/12  3:11 am

Album chulo-gaiato ou collecção de receitas para fazer rir

EText-No. 21289 Title: Album chulo-gaiato ou collecção de receitas para fazer rir Author: Anonymous Language: Portuguese Link: 2/1/2/8/21289/21289-h/21289-h.htm EText-No. 21289 Title: Album chulo-gaiato ou collecção de receitas para fazer rir Author: Anonymous Language: Portuguese Link: 2/1/2/8/21289/21289-8.txt Link: cache/generated/21289/pg21289.txt.utf8 EText-No. 21289 Title: Album chulo-gaiato ou collecção de receitas para fazer rir Author: Anonymous Language: Portuguese Link:… Leggi tutto »

A Pata no Choco

EText-No. 31575 Title: A Pata no Choco Author: Anonymous Language: Portuguese Link: 3/1/5/7/31575/31575-h/31575-h.htm EText-No. 31575 Title: A Pata no Choco Author: Anonymous Language: Portuguese Link: 3/1/5/7/31575/31575-8.txt Link: cache/generated/31575/pg31575.txt.utf8 EText-No. 31575 Title: A Pata no Choco Author: Anonymous Language: Portuguese Link: 3/1/5/7/31575/31575-h.zip EText-No. 31575 Title: A Pata no Choco Author: Anonymous Language: Portuguese Link: 3/1/5/7/31575/31575-8.zip

Mario de Sa-Carneiro – Apoteose

Mastros quebrados, singro num mar d’Ouro Dormindo fôgo, incerto, longemente… Tudo se me igualou num sonho rente, E em metade de mim hoje só móro… São tristezas de bronze as que inda chóro— Pilastras mortas, marmores ao Poente… Lagearam-se-me as ansias brancamente Por claustros falsos onde nunca óro… Desci de mim. Dobrei o manto d’Astro,… Leggi tutto »

Mario de Sa-Carneiro – Angulo

*ANGULO* Aonde irei neste sem-fim perdido, Neste mar ôco de certezas mortas?— Fingidas, afinal, todas as portas Que no dique julguei ter construido… —Barcaças dos meus impetos tigrados, Que oceano vos dormiram de Segrêdo? Partiste-vos, transportes encantados, De embate, em alma ao rôxo, a que rochêdo?… —Ó nau de festa, ó ruiva de aventura Onde,… Leggi tutto »

Luis de Camoes – Poemas de Amor – MP3 – Audiobook – Edizione Librivox

Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 10 de Junho de 1580) é frequentemente considerado como o maior poeta de língua portuguesa e dos maiores da Humanidade. O seu gênio é comparável ao de Virgílio, Dante, Cervantes ou Shakespeare. A obra lírica de Camões foi publicada como “Rimas”, não havendo acordo entre os diferentes editores… Leggi tutto »

Luis de Camoes – Poemas Filosoficos – Audiobook – MP3 – Edizione Librivox

Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 10 de Junho de 1580) é frequentemente considerado como o maior poeta de língua portuguesa e dos maiores da Humanidade. O seu gênio é comparável ao de Virgílio, Dante, Cervantes ou Shakespeare. A obra lírica de Camões foi publicada como “Rimas”, não havendo acordo entre os diferentes editores… Leggi tutto »