Conte√ļdo verificado

√?gua

Assuntos Relacionados: Clima e Meteorologia

Sobre este escolas selecção Wikipedia

Crianças SOS, uma instituição de caridade educação , organizou esta selecção. Uma boa maneira de ajudar outras crianças é por patrocinar uma criança

√?gua em tr√™s estados: l√≠quido, s√≥lido ( gelo ), e (invis√≠vel) de vapor de √°gua . no ar Nuvens s√£o acumula√ß√Ķes de got√≠culas de √°gua, condensado do ar saturado de vapor.

A √°gua √© um composto qu√≠mico com a f√≥rmula qu√≠mica H 2 S . Uma mol√©cula de √°gua cont√©m um oxig√©nio e dois de hidrog√©nio √°tomos ligados pela liga√ß√Ķes covalentes. A √°gua √© um l√≠quido em temperatura padr√£o e press√£o ambiente, mas muitas vezes co-existe na Terra com a sua s√≥lida estado, gelo , e gasoso Estado ( vapor de √°gua ou vapor). A √°gua tamb√©m existe em um cristal l√≠quido estado perto superf√≠cies hidrof√≠licas.

A √°gua cobre 71% da superf√≠cie da Terra, e √© vital para todas as formas conhecidas de vida . Na Terra, 96,5% da √°gua do planeta √© encontrado nos oceanos, 1,7% nas √°guas subterr√Ęneas, 1,7% em geleiras e as calotas polares da Ant√°rtida e da Groenl√Ęndia, uma pequena fra√ß√£o em outras grandes massas de √°gua, e de 0,001% no ar como vapor, nuvens (formado de part√≠culas s√≥lidas e l√≠quidas de √°gua em suspens√£o no ar), e precipita√ß√£o. Apenas 2,5% da √°gua da Terra √© √°gua doce, e 98,8% dessa √°gua est√° no gelo e √°guas subterr√Ęneas. Menos de 0,3% de toda a √°gua doce √© em rios, lagos, ea atmosfera, e uma quantidade ainda menor de √°gua doce da Terra (0,003%) est√° contido dentro de corpos biol√≥gicos e produtos manufaturados.

√?gua na Terra se move continuamente atrav√©s do ciclo hidrol√≥gico de evapora√ß√£o e transpira√ß√£o ( evapotranspira√ß√£o), condensa√ß√£o, precipita√ß√£o, e escoamento superficial, geralmente atingindo o mar . Evapora√ß√£o e transpira√ß√£o contribuem para a precipita√ß√£o sobre a terra.

Seguro de √°gua pot√°vel √© essencial para os seres humanos e outras formas de vida, mesmo que n√£o fornece calorias ou org√Ęnicos nutrientes . O acesso √† √°gua pot√°vel tem melhorado ao longo das √ļltimas d√©cadas, em quase todas as partes do mundo, mas cerca de um bilh√£o de pessoas ainda n√£o t√™m acesso a √°gua pot√°vel e mais de 2,5 bilh√Ķes n√£o t√™m acesso a saneamento adequado. H√° uma correla√ß√£o clara entre o acesso √† √°gua pot√°vel e PIB per capita. No entanto, alguns observadores estimam que at√© 2025 mais de metade da popula√ß√£o mundial estar√° enfrentando vulnerabilidade √† base de √°gua. Um recente relat√≥rio (Novembro de 2009) sugere que, em 2030, em algumas regi√Ķes em desenvolvimento do mundo, a demanda de √°gua ir√° exceder a oferta em 50%. A √°gua desempenha um papel importante na economia mundial, uma vez que funciona como um solvente para uma grande variedade de subst√Ęncias qu√≠micas e facilita o arrefecimento industrial e de transporte. Aproximadamente 70% do √°gua doce utilizada pelo homem vai para a agricultura .

Propriedades químicas e físicas

Modelo de pontes de hidrogênio (1) entre as moléculas de água
Impacto de uma gota de √°gua provoca um jato para cima "rebote" cercado por circular ondas de capilaridade.
Flocos de neve por Wilson Bentley, 1902
Gotas de orvalho aderindo a uma teia da aranha
A a√ß√£o capilar de √°gua em compara√ß√£o com merc√ļrio

A √°gua √© a subst√Ęncia qu√≠mica com a f√≥rmula qu√≠mica H2O: uma mol√©cula de √°gua tem dois hidrog√©nio √°tomos covalentemente ligados a um √ļnico oxig√©nio √°tomo.

√?gua aparece na natureza em todos os tr√™s estados comuns da mat√©ria (s√≥lido, l√≠quido e gasoso) e pode assumir muitas formas diferentes na Terra: o vapor de √°gua e nuvens no c√©u; √°gua do mar nos oceanos; icebergs nos oceanos polares; geleiras e rios nas montanhas ; e o l√≠quido em aqu√≠feros no solo.

As principais propriedades químicas e físicas da água são os seguintes:

  • A √°gua √© um l√≠quido √† temperatura padr√£o e press√£o. √Č ins√≠pido e inodoro. O intr√≠nseca cor da √°gua e do gelo √© uma muito ligeira tonalidade azul, embora ambos aparecem incolor em pequenas quantidades. O vapor de √°gua √©, essencialmente, como um g√°s invis√≠vel.
  • A √°gua √© transparente no vis√≠vel espectro eletromagn√©tico. Assim plantas aqu√°ticas podem viver em √°gua, porque a luz solar pode alcan√ß√°-los. A luz infravermelha √© fortemente absorvida pelo oxig√™nio-hidrog√™nio ou liga√ß√Ķes OH.
  • Uma vez que a mol√©cula de √°gua n√£o √© linear e o √°tomo de oxig√©nio tem uma maior electronegatividade do que √°tomos de hidrog√©nio, que transporta uma ligeira carga negativa, enquanto que os √°tomos de hidrog√©nio s√£o ligeiramente positiva. Como resultado, a √°gua √© um com uma mol√©cula polar momento de dipolo el√©ctrico. A √°gua tamb√©m pode formar um n√ļmero invulgarmente elevado de intermoleculares liga√ß√Ķes de hidrog√©nio (quatro) de uma mol√©cula de seu tamanho. Estes factores conduzem a fortes for√ßas de atrac√ß√£o entre as mol√©culas de √°gua, dando origem a √°gua de alta tens√£o superficial e as for√ßas capilares. O ac√ß√£o capilar refere-se √† tend√™ncia da √°gua para mover-se de um tubo estreito contra a for√ßa da gravidade . Esta propriedade √© invocada por todos plantas vasculares, tais como √°rvores.
  • A √°gua √© um bom polar solvente e √© muitas vezes referida como o universal solvente . As subst√Ęncias que se dissolvem em √°gua, por exemplo, sais , a√ß√ļcares , √°cidos , √°lcalis, e alguns gases - principalmente de oxig√™nio, di√≥xido de carbono ( carbonata√ß√£o) s√£o conhecidos como subst√Ęncias (√°gua-loving) hidrof√≠licos, enquanto aqueles que s√£o imisc√≠vel com √°gua (por exemplo, gorduras e √≥leos ), como s√£o conhecidos subst√Ęncias hidrof√≥bicas (temente a √°gua).
  • A maioria dos componentes principais em c√©lulas ( prote√≠nas , ADN e polissac√°ridos) s√£o tamb√©m dissolvidos em √°gua.
  • A √°gua pura tem um baixo condutividade el√©ctrica, mas isto aumenta com o dissolu√ß√£o de uma pequena quantidade de material i√≥nico tal como o cloreto de s√≥dio .
  • O ponto de ebuli√ß√£o da √°gua (e todos os outros l√≠quidos) √© dependente da press√£o barom√©trica. Por exemplo, na parte superior do Mt. Everest a √°gua ferve a 68 ¬į C (154 ¬į F), em compara√ß√£o com 100 ¬į C (212 ¬į F) a do n√≠vel do mar. Inversamente, a √°gua no fundo do oceano perto dos respiradouros geot√©rmicos pode atingir temperaturas de centenas de graus e permanecem no estado l√≠quido.
  • No 4181,3 J / (kg ¬∑ K), a √°gua tem um elevado capacidade de calor espec√≠fico, assim como um elevado calor de vaporiza√ß√£o (40,65 kJ ¬∑ mol -1), ambos os quais s√£o o resultado da extensa liga√ß√£o de hidrog√©nio entre as suas mol√©culas. Estas duas propriedades incomuns permitir que a √°gua a moderada da Terra clima por tamponamento grandes flutua√ß√Ķes na temperatura.
  • A m√°xima densidade de √°gua ocorre em 3,98 ¬į C (39,16 ¬į F). Tem a propriedade de se tornar anormal menos densa, n√£o mais, quando √© arrefecida at√© √† sua forma s√≥lida, o gelo. Durante o congelamento, a "estrutura aberta" de gelo √© gradualmente quebrado e mol√©culas entram cavidades na estrutura de gelo como de baixa temperatura da √°gua. H√° dois efeitos concorrentes: 1) O aumento do volume de l√≠quido normal e 2) Diminui o volume total do l√≠quido. Entre 0 e 3,98 ¬į C, o segundo efeito ir√° cancelar fora do primeiro efeito assim o efeito net √© o encolhimento do volume com o aumento da temperatura. Ela se expande para ocupar 9% maior volume neste estado s√≥lido, o que explica o fato de gelo flutua na √°gua l√≠quida, como em icebergs.
  • A sua densidade √© de 1.000 kg / m 3 (¬£ 62,428 / cu ft ou 8,3454 ¬£ / gal√£o US) l√≠quida (a 4 ¬į C; gelo tem uma densidade de 917 kg / m 3).
    ADR rotular para transporte de mercadorias perigosamente reativo com √°gua
  • A √°gua √© misc√≠veis com muitos l√≠quidos, tais como etanol , em todas as propor√ß√Ķes, formando uma √ļnica l√≠quido homog√©neo. Por outro lado, a √°gua e mais √≥leos s√£o imisc√≠veis, geralmente formando camadas de acordo com o aumento da densidade a partir do topo. Como um g√°s, vapor de √°gua √© completamente misc√≠veis com ar.
  • A √°gua forma um azeotropar com muitos outros solventes.
  • A √°gua pode ser dividido por eletr√≥lise em hidrog√™nio e oxig√™nio.
  • Como um √≥xido de hidrog√©nio, a √°gua √© formada quando hidrog√©nio ou compostos contendo hidrog√©nio queimar ou reagir com o oxig√©nio ou compostos contendo oxig√©nio. A √°gua n√£o √© um combust√≠vel, √© um produto final da combust√£o de hidrog√©nio. A energia necess√°ria para separar a √°gua em hidrog√©nio e oxig√©nio por electr√≥lise ou por qualquer outro meio √© maior do que a energia que pode ser recolhida quando o recombinam hidrog√©nio e oxig√©nio.
  • Elementos que s√£o mais electropositivo do que o hidrog√©nio, tais como l√≠tio , s√≥dio , c√°lcio , pot√°ssio e c√©sio deslocar de hidrog√©nio a partir de √°gua, formando hidr√≥xidos . Sendo um g√°s inflam√°vel, o hidrog√©nio libertado √© perigoso e a reac√ß√£o da √°gua com o mais electropositivo destes elementos pode ser violentamente explosivo.

Gosto e odor

A √°gua pode dissolver muitas subst√Ęncias diferentes, dando-lhe variados gostos e odores. Os seres humanos e outros animais desenvolveram sentidos que lhes permitam avaliar a potabilidade da √°gua, evitando que a √°gua √© muito salgado ou p√ļtrido. O gosto de √°gua de nascente e √°gua mineral, frequentemente anunciados na comercializa√ß√£o de produtos de consumo, deriva dos minerais dissolvidos nela. No entanto, pura H2O √© ins√≠pido e inodoro. A pureza anunciado de nascente e √°gua mineral refere-se a aus√™ncia de toxinas, poluentes e micr√≥bios, n√£o a aus√™ncia de minerais que ocorrem naturalmente.

Distribuição na natureza

No universo

Grande parte da água do universo é produzida como um subproduto de formação de estrelas. Quando as estrelas nascem, seu nascimento é acompanhado por um forte vento para fora de gás e poeira. Quando esta saída de material eventualmente afeta a gás circundante, as ondas de choque que são criados compressa e aquecer o gás. A água observado é produzido rapidamente neste gás denso quente.

Em 22 de Julho de 2011, um relat√≥rio descreveu a descoberta de uma gigantesca nuvem de vapor de √°gua contendo "140000000000000 vezes mais √°gua do que todos os oceanos da Terra combinadas" em torno de um quasar localizado a 12 bilh√Ķes de anos-luz da Terra. Segundo os pesquisadores, a "descoberta mostra que a √°gua tem sido predominante no universo por quase toda a sua exist√™ncia".

A √°gua tem sido detectada em nuvens interestelares dentro de nossa gal√°xia , a Via L√°ctea . √?gua provavelmente existe em abund√Ęncia em outras gal√°xias, tamb√©m, porque seus componentes, hidrog√™nio e oxig√™nio, est√£o entre os elementos mais abundantes no universo. Nuvens interestelares eventualmente condensam em nebulosa solar e sistemas solares como o nosso.

O vapor de √°gua est√° presente nas

  • Atmosfera de Merc√ļrio: 3,4%, e grandes quantidades de √°gua em Merc√ļrio exosfera
  • Atmosfera de V√™nus: 0,002%
  • A atmosfera da Terra : ~ 0,40% em rela√ß√£o a atmosfera cheia, tipicamente 1-4% na superf√≠cie
  • Atmosfera de Marte: 0,03%
  • Atmosfera de J√ļpiter: 0,0004%
  • Atmosfera de Saturno - em √ļnica ices
  • Enc√©lado (lua de Saturno): 91%
  • exoplanetas conhecido como HD 189733 b e HD 209458 b.

A água líquida está presente em

  • Terra: 71% de superf√≠cie
  • Europa: 100 km abaixo da superf√≠cie do oceano profundo

Fortes evidências sugerem que a água líquida está presente apenas sob a superfície da lua de Saturno Enceladus.

Gelo de √°gua est√° presente no

Provas recentes apontam para a exist√™ncia de gelo de √°gua nos p√≥los de Merc√ļrio. Gelo de √°gua pode tamb√©m estar presente em Ceres e T√©tis. √?gua e outros vol√°teis provavelmente compreendem a maior parte das estruturas internas de Urano e Neptuno e a √°gua nas camadas mais profundas podem ser na forma de √°gua i√īnica em que as mol√©culas se decomp√Ķem em uma sopa de √≠ons de hidrog√™nio e oxig√™nio, e mais profunda para baixo como √°gua superionic em que o oxig√™nio cristaliza mas os √≠ons de hidrog√™nio flutuam livremente na rede de oxig√™nio.

Alguns dos minerais da Lua conter mol√©culas de √°gua. Por exemplo, em 2008, um dispositivo de laborat√≥rio que ejeta e identifica part√≠culas encontradas pequenas quantidades do composto no interior da rocha vulc√Ęnica trazida da Lua para a Terra pela Tripula√ß√£o Apollo 15 em 1971. NASA relatou a detec√ß√£o de mol√©culas de √°gua por Moon Mineralogy Mapper da Nasa a bordo da Organiza√ß√£o de Pesquisa Espacial da √?ndia espa√ßonave Chandrayaan-1 em setembro de 2009.

√?gua e zona habit√°vel

A exist√™ncia de √°gua l√≠quida, e, em menor medida as suas gasosos e formas s√≥lidas, na Terra s√£o vitais para a exist√™ncia de vida na Terra como a conhecemos. A terra est√° localizada no zona habit√°vel do sistema solar ; se fosse um pouco mais perto ou mais longe do Sol (cerca de 5%, ou cerca de 8 milh√Ķes de quil√īmetros), as condi√ß√Ķes que permitem que as tr√™s formas de estar presente simultaneamente seria muito menos suscept√≠vel de existir.

Terra gravidade permite que ele mantenha uma atmosfera. O vapor de √°gua e di√≥xido de carbono na atmosfera proporcionar um tamp√£o (temperatura do efeito de estufa ), que ajuda a manter uma temperatura de superf√≠cie relativamente constante. Se a Terra fosse menor, uma atmosfera mais fino permitiria que os extremos de temperatura, evitando assim o ac√ļmulo de √°gua, exceto em calotas polares (como em Marte ).

A temperatura da superf√≠cie da Terra tem sido relativamente constante ao longo do tempo geol√≥gico , apesar de diferentes n√≠veis de radia√ß√£o solar ( insola√ß√£o), indicando que um processo din√Ęmico governa a temperatura da Terra atrav√©s de uma combina√ß√£o de gases de efeito estufa e de superf√≠cie ou atmosf√©rico albedo . Esta proposta √© conhecido como o Hip√≥tese Gaia.

O estado da água num planeta depende da pressão ambiente, a qual é determinada pela gravidade do planeta. Se um planeta é suficientemente grande, a água pode ser sólido mesmo a temperaturas elevadas, por causa da alta pressão causada pela gravidade, como foi observado no exoplanets Gliese 436 b e GJ 1214 b.

H√° v√°rias teorias sobre origem da √°gua na Terra.

Na Terra

A distribuição gráfica dos locais de água na Terra.
A √°gua cobre 71% da superf√≠cie da Terra; os oceanos cont√™m 96,5% de √°gua da Terra. O Manto de gelo da Ant√°rtida, que cont√©m 61% de toda a √°gua doce na Terra, √© vis√≠vel na parte inferior. √?gua atmosf√©rica condensada pode ser visto como nuvens , contribuindo para a terra de albedo .

Hidrologia √© o estudo do movimento, a distribui√ß√£o, e a qualidade da √°gua por toda a Terra. O estudo da distribui√ß√£o de √°gua √© hidrografia. O estudo da distribui√ß√£o e circula√ß√£o de √°guas subterr√Ęneas √© hidrogeologia, das geleiras √© glaciologia , de √°guas interiores √© limnologia e distribui√ß√£o dos oceanos √© oceanografia . Processos ecol√≥gicos com hidrologia est√£o no foco de ecohidrologia.

A massa colectiva de √°gua encontrado no, sob e sobre a superf√≠cie de um planeta √© chamado o hidrosfera. Volume de √°gua aproximado da Terra (o abastecimento total de √°gua do mundo) √© 1338 milh√Ķes km 3 (321 milh√Ķes mi 3).

A √°gua l√≠quida √© encontrado em corpos de √°gua, como um oceano, mar , lago, rio , c√≥rrego, canal , lagoa , ou po√ßa. A maioria da √°gua na Terra √© √°gua do mar . A √°gua tamb√©m est√° presente na atmosfera em forma s√≥lida, l√≠quida, e estados de vapor. Tamb√©m existe como √°guas subterr√Ęneas em aqu√≠feros.

A √°gua √© importante em muitos processos geol√≥gicos. As √°guas subterr√Ęneas est√° presente na maioria rochas , ea press√£o da √°gua subterr√Ęnea esta afeta os padr√Ķes de falha . √?gua na manto √© respons√°vel pela fus√£o que produz vulc√Ķes em zonas de subduc√ß√£o. Na superf√≠cie da Terra, a √°gua √© importante em ambos qu√≠mica e f√≠sica processos de intemperismo. √?gua e, numa extens√£o menor, mas ainda significativa, gelo, s√£o tamb√©m respons√°veis por uma grande quantidade de transporte de sedimentos que ocorre na superf√≠cie da terra. Deposi√ß√£o de sedimentos transportados formas muitos tipos de rochas sedimentares , que comp√Ķem o registro geol√≥gico da hist√≥ria da Terra .

Ciclo da √°gua

O ciclo da √°gua (conhecida cientificamente como o ciclo hidrol√≥gico) refere-se √† troca cont√≠nua de √°gua dentro do hidrosfera, entre a atmosfera , solo √°gua, √°gua de superf√≠cie, √°gua subterr√Ęnea, e plantas .

A √°gua se move perpetuamente atrav√©s de cada uma destas regi√Ķes no ciclo da √°gua que consistem em processos de transfer√™ncia seguinte:

  • evapora√ß√£o de oceanos e outros corpos d'√°gua para o ar e transpira√ß√£o das plantas terrestres e animais para a atmosfera.
  • precipita√ß√£o, condensa√ß√£o do vapor de √°gua a partir do ar e caindo na terra ou no mar.
  • escoamento da terra geralmente atingindo o mar .

Mais vapor de água sobre os oceanos retorna aos oceanos, mas os ventos transportam o vapor de água sobre a terra ao mesmo ritmo que o escoamento para o mar, cerca de 47 Tt por ano. Sobre a terra, evaporação e transpiração contribuem outros 72 Tt por ano. A chuva, a uma taxa de 119 Tt por ano sobre a terra, tem várias formas: mais comumente chuva , neve , e granizo, com alguma contribuição das nevoeiro e orvalho. Dew é de pequenas gotas de água que são condensadas quando uma alta densidade de vapor de água encontra uma superfície fria. Orvalho formam geralmente na parte da manhã, quando a temperatura é a mais baixa, imediatamente antes do nascer do sol e, quando a temperatura da superfície da terra começa a aumentar. A água condensada no ar também pode refratar a luz solar para produzir arco-íris .

O escoamento das √°guas, muitas vezes recolhe mais de bacias hidrogr√°ficas que flui nos rios. Um modelo matem√°tico usado para simular o fluxo de rio ou c√≥rrego e calcular os par√Ęmetros de qualidade da √°gua √© modelo de transporte hidrol√≥gico. Alguns de √°gua √© desviada para irriga√ß√£o para a agricultura. Rios e mares oferecer oportunidade para viagens e commerce. Atrav√©s da eros√£o , escoamento molda o ambiente de cria√ß√£o de rio vales e deltas que proporcionam um solo rico ea n√≠vel do solo para o estabelecimento de centros populacionais. Uma inunda√ß√£o ocorre quando uma √°rea de terra, geralmente de baixa altitude, √© coberta com √°gua. √Č quando um rio transborda dos seus bancos ou inunda√ß√£o do mar. Um seca √© um extenso per√≠odo de meses ou anos, quando uma regi√£o observa uma defici√™ncia no seu abastecimento de √°gua. Isso ocorre quando uma regi√£o recebe consistentemente abaixo de precipita√ß√£o m√©dia.

Armazenamento de √°gua fresca

Bay of Fundy alta Tide.jpg Bay of Fundy Baixa Tide.jpg
O Baía de Fundy na maré alta (esquerda) e maré baixa (à direita)

Alguns √°gua de escoamento √© preso por per√≠odos de tempo, por exemplo, em lagos. Em alta altitude, durante o inverno, e no extremo norte e sul, a neve se acumula em calotas de gelo, cobertura de neve e geleiras. A √°gua tamb√©m se infiltra no solo e entra em aqu√≠feros. Esta √°guas subterr√Ęneas mais tarde flui de volta para a superf√≠cie em molas, ou mais espetacularmente em nascentes de √°gua quente e g√™iseres. As √°guas subterr√Ęneas tamb√©m √© extra√≠do em artificialmente po√ßos. Este armazenamento de √°gua √© importante, uma vez limpo, √°gua limpa √© essencial para outras formas de vida terrestre e humana. Em muitas partes do mundo, √© escasso.

A √°gua do mar

A √°gua do mar cont√©m cerca de 3,5% de sal sobre os valores m√©dios, al√©m de menores de outras subst√Ęncias. As propriedades f√≠sicas da √°gua do mar diferem de √°gua doce em alguns aspectos importantes. √Č congela a uma temperatura mais baixa (cerca de -1,9 ¬į C) e a sua densidade aumenta com a diminui√ß√£o da temperatura para o ponto de congela√ß√£o, em vez de alcan√ßar a densidade m√°xima, a uma temperatura acima da congela√ß√£o. A salinidade da √°gua nos grandes mares varia de cerca de 0,7% no Mar B√°ltico para 4,0% no Mar Vermelho .

Marés

Mar√©s s√£o o c√≠clico subindo e descendo dos n√≠veis do mar local causados pela for√ßas de mar√© da Lua e do Sol atuando sobre os oceanos. Mar√©s causar altera√ß√Ķes na profundidade do marinho e estu√°rios corpos d'√°gua e produzir oscilante correntes conhecidas como correntes de mar√©. A mar√© mudando produzido em um determinado local √© o resultado das posi√ß√Ķes de mudan√ßa da Lua e do Sol em rela√ß√£o √† Terra, juntamente com o efeitos da rota√ß√£o da Terra e local batimetria. A faixa de litoral que est√° submerso na mar√© alta e exposta na mar√© baixa, a zona intertidal, √© um produto ecol√≥gico importante das mar√©s do oceano.

Efeitos sobre a vida

Um é um oásis isolado fonte de água com vegetação em um deserto
Vis√£o geral da fotoss√≠ntese e respira√ß√£o. √?gua (√† direita), em conjunto com di√≥xido de carbono (CO 2), a forma de oxig√©nio e compostos org√Ęnicos (√† esquerda), que pode ser respirado para √°gua e (CO 2).

De um biol√≥gica ponto de vista, a √°gua tem muitas propriedades distintas que s√£o cr√≠ticos para a prolifera√ß√£o de vida que o diferencia de outras subst√Ęncias. Ele realiza esse papel, permitindo que os compostos org√Ęnicos a reagir de maneiras que, finalmente, permitem replica√ß√£o. Todas as formas de vida conhecidas dependem da √°gua. A √°gua √© vital, tanto como um solvente em que muitos dos solutos do corpo dissolver e como uma parte essencial de muitos processos metab√≥licos no corpo. O metabolismo √© a soma total de anabolismo eo catabolismo. Em anabolismo, a √°gua √© removida a partir de mol√©culas (por meio de reac√ß√Ķes qu√≠micas que requerem energia enzim√°ticas) a fim de crescer mol√©culas maiores (por exemplo, amidos, triglic√©ridos e prote√≠nas para armazenamento de combust√≠veis e de informa√ß√£o). Em catabolismo, a √°gua √© utilizada para quebrar as liga√ß√Ķes, de modo a gerar as mol√©culas mais pequenas (por exemplo glucose, √°cidos gordos e amino√°cidos para ser utilizado para combust√≠veis para o consumo de energia ou outras finalidades). Sem √°gua, estes processos metab√≥licos particulares n√£o poderia existir.

A água é fundamental para a fotossíntese e respiração. Células fotossintéticas utilizar a energia do sol para dividir fora de hidrogénio de água de oxigênio. O hidrogénio é combinada com CO 2 (absorvido a partir do ar ou água) para formar glucose e libertar oxigénio. Todas as células vivas usar tais combustíveis e oxidar o hidrogénio e carbono para capturar a energia e reforma da água do sol e CO 2 no processo (respiração celular).

A √°gua tamb√©m √© fundamental para a neutralidade √°cido-base e fun√ß√£o da enzima. Um √°cido, um i√£o de hidrog√©nio (H +, isto √©, um prot√£o) dador, pode ser neutralizado por uma base, um aceitador de prot√Ķes tal como o i√£o hidr√≥xido (OH -) para formar √°gua. A √°gua √© considerada como sendo neutro, com um pH (o logaritmo negativo da concentra√ß√£o do i√£o hidrog√©nio) de 7. √?cidos t√™m valores de pH inferior a 7, enquanto bases t√™m valores superiores a 7.

Formas de vida aqu√°ticas

Alguns dos biodiversidade de um recife de coral
Alguns marinho diatom√°ceas - uma chave grupo fitopl√Ęncton

√?guas de superf√≠cie da Terra est√£o cheios de vida. As primeiras formas de vida apareceram em √°gua; quase todos os peixes vivem exclusivamente em √°gua, e h√° muitos tipos de mam√≠feros marinhos, como golfinhos e baleias . Alguns tipos de animais, tais como anf√≠bios, passar parte de suas vidas na √°gua e por√ß√Ķes em terra. Plantas como alga marinha e algas crescem na √°gua e s√£o a base para alguns ecossistemas subaqu√°ticos. Plankton √© geralmente a funda√ß√£o do oceano cadeia alimentar.

Vertebrados aqu√°ticos devem obter oxig√™nio para sobreviver, e eles faz√™-lo de v√°rias maneiras. Os peixes t√™m br√Ęnquias em vez de pulm√Ķes, embora algumas esp√©cies de peixes, como o peixes pulmonados, t√™m ambos. Os mam√≠feros marinhos, como golfinhos, baleias, lontras , e focas precisam superf√≠cie periodicamente para respirar ar. Alguns anf√≠bios s√£o capazes de absorver o oxig√™nio atrav√©s de sua pele. Invertebrados apresentam uma vasta gama de modifica√ß√Ķes de sobreviver em √°guas pouco oxigenadas, incluindo tubos de respira√ß√£o (ver inseto e sif√Ķes de moluscos) e br√Ęnquias ( Carcinus). No entanto, como a vida de invertebrados evoluiu em um habitat aqu√°tico a maioria tem pouca ou nenhuma especializa√ß√£o para a respira√ß√£o na √°gua.

Efeitos sobre a civilização humana

√?gua fonte

A civiliza√ß√£o floresceu historicamente em torno de rios e principais vias naveg√°veis; Mesopot√Ęmia , o chamado ber√ßo da civiliza√ß√£o, foi situado entre os principais rios Tigre e Eufrates ; a antiga sociedade do Eg√≠pcios dependia inteiramente do Nilo . Grande metr√≥poles como Rotterdam , Londres , Montreal , Paris , Nova York , Buenos Aires , Xangai , T√≥quio , Chicago e Hong Kong devem seu sucesso em parte √† sua f√°cil acessibilidade atrav√©s da √°gua e a expans√£o resultante do com√©rcio. Ilhas com portos de √°guas seguras, como Cingapura , t√™m florescido pela mesma raz√£o. Em lugares como a √?frica do Norte eo M√©dio Oriente , onde a √°gua √© mais escassa, o acesso a √°gua pot√°vel era e √© um fator importante no desenvolvimento humano.

Sa√ļde e polui√ß√£o

Um programa de ci√™ncia ambiental - um estudante de √?gua de amostragem Iowa State University

√?gua pr√≥pria para o consumo humano √© chamado de √°gua pot√°vel ou √°gua pot√°vel . A √°gua que n√£o √© pot√°vel pode ser feita pot√°vel por filtra√ß√£o ou destila√ß√£o , ou por um intervalo de outros m√©todos.

A √°gua que n√£o √© adequado para beber, mas n√£o √© prejudicial para os seres humanos quando utilizado para nadar ou tomar banho √© chamado por v√°rios outros do que pot√°vel ou √°gua pot√°vel nomes, e √†s vezes √© chamado de √°gua pot√°vel , ou "segura para o banho". O cloro √© uma pele e mucosas irritante que √© usada para tornar a √°gua segura para tomar banho ou beber. Seu uso √© altamente t√©cnico e normalmente √© monitorado por regulamenta√ß√Ķes governamentais (normalmente 1 parte por milh√£o (ppm) para a √°gua pot√°vel, e 1-2 ppm de cloro ainda n√£o reagiu com impurezas das √°guas balneares). A √°gua para o banho podem ser mantidos em boas condi√ß√Ķes microbiol√≥gica satisfat√≥ria usando desinfectantes qu√≠micos tais como cloro ou ozono ou atrav√©s da utiliza√ß√£o de radia√ß√£o ultravioleta da luz.

Nos EUA, as formas n√£o-pot√°veis de efluentes l√≠quidos gerados por seres humanos pode ser referido como √°gua cinza, o qual √© trat√°vel facilmente e, assim, capaz de ser feito pot√°vel novamente, e Blackwater, que geralmente cont√©m esgoto e outras formas de res√≠duos que requerem tratamento adicional, a fim de ser feita reutiliz√°vel. Greywater comp√Ķe 50-80% das √°guas residuais residencial gerado pelo equipamento de saneamento de um agregado familiar ( pias, e chuveiros escoamento cozinha, mas n√£o Sanit√°rios, que geram Blackwater.) Estes termos podem ter significados diferentes em outros pa√≠ses e culturas.

Este recurso natural √© cada vez mais escassa em determinados lugares, e sua disponibilidade √© uma grande preocupa√ß√£o social e econ√īmica. Atualmente, cerca de um bilh√£o de pessoas ao redor do mundo beber rotineiramente √°gua insalubre. A maioria dos pa√≠ses aceitou o objectivo de redu√ß√£o para metade at√© 2015 o n√ļmero de pessoas no mundo que n√£o t√™m acesso √† √°gua pot√°vel e durante o saneamento 2003 c√ļpula do G8 de Evian. Mesmo que essa meta dif√≠cil for atendida, ele ainda vai deixar mais do que uma metade estimada de um bilh√£o de pessoas sem acesso a √°gua pot√°vel e mais de um bilh√£o n√£o t√™m acesso a saneamento adequado. Pobre qualidade da √°gua e saneamento ruim s√£o mortais; cerca de cinco milh√Ķes de mortes por ano s√£o causadas por √°gua pot√°vel polu√≠da. A Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde estima que a √°gua pot√°vel poderia evitar 1,4 milh√Ķes de mortes de crian√ßas de diarr√©ia a cada ano. A √°gua, no entanto, n√£o √© um recurso finito, mas sim recirculada como √°gua pot√°vel na precipita√ß√£o em quantidades muitos graus de magnitude maior do que o consumo humano. Portanto, √© a relativamente pequena quantidade de √°gua na reserva na terra (cerca de 1% da nossa beber abastecimento de √°gua, que √© reabastecido em aqu√≠feros em torno de cada 1 a 10 anos), que √© um recurso n√£o renov√°vel, e √©, ao inv√©s, a distribui√ß√£o de √°gua pot√°vel e de irriga√ß√£o que √© escasso, e n√£o a quantidade real de que o que existe na terra. Pa√≠ses pobres em √°gua usar importa√ß√£o de mercadorias como o principal m√©todo de importa√ß√£o de √°gua (para deixar o suficiente para o consumo humano local), uma vez que o processo de fabrica√ß√£o utiliza cerca de 10 a 100 vezes massas dos produtos em √°gua.

No mundo em desenvolvimento, 90% de todos √°guas residuais ainda n√£o √© tratada em rios e c√≥rregos locais. Cerca de 50 pa√≠ses, com cerca de um ter√ßo da popula√ß√£o do mundo, tamb√©m sofrem de m√©dio ou alto estresse h√≠drico, e 17 delas extrair mais √°gua anualmente do que √© recarregada atrav√©s de seus ciclos naturais de √°gua. A tens√£o n√£o s√≥ afeta corpos de √°gua doce de superf√≠cie, como rios e lagos, mas tamb√©m degrada os recursos h√≠dricos subterr√Ęneos.

As utiliza√ß√Ķes humanas

Agricultura

Distribuição de água em subsuperfície irrigação por gotejamento.
Irrigação de culturas de campo

O uso mais importante de √°gua na agricultura √© para a irriga√ß√£o , que √© um componente-chave para produzir comida suficiente. Irriga√ß√£o leva at√© 90% da √°gua retirada em alguns pa√≠ses em desenvolvimento e propor√ß√Ķes significativas nos pa√≠ses mais economicamente desenvolvidos (Estados Unidos, 30% do uso de √°gua doce √© para irriga√ß√£o). Demora cerca de 3.000 litros de √°gua, convertido a partir de l√≠quido para vapor, para produzir alimentos suficientes para satisfazer as necessidades di√°rias de uma pessoa da dieta. Esta √© uma quantidade consider√°vel, quando comparada com a requerida para consumo, que √© entre dois e cinco litros. Para produzir alimentos para os 6,5 bilh√Ķes ou mais pessoas que habitam o planeta hoje exige a √°gua que iria preencher um canal de dez metros de profundidade, a 100 metros de largura e 7,1 milh√£o quil√īmetros de comprimento - que √© o suficiente para circundar o globo 180 vezes.

Cinq√ľenta anos atr√°s, a percep√ß√£o comum era que a √°gua era um recurso infinito. Neste momento, havia menos de metade do n√ļmero atual de pessoas no planeta. As pessoas n√£o eram t√£o ricos como hoje, consumiram menos calorias e comeram menos carne, por isso foi necess√°rio menos √°gua para produzir seu alimento. Eles necess√°rio um ter√ßo do volume de √°gua que, actualmente, a partir de rios. Hoje, a competi√ß√£o pela quantidade fixa de recursos h√≠dricos √© muito mais intensa, dando origem ao conceito de √°gua pico. Isso ocorre porque h√° agora quase sete bilh√Ķes de pessoas no planeta, o seu consumo de carne e legumes sedentos de √°gua est√° aumentando, e h√° uma crescente competi√ß√£o pela √°gua da ind√ļstria , urbaniza√ß√£o e biocombust√≠veis culturas. No futuro, ainda mais √°gua ser√° necess√°ria para produzir alimentos porque a popula√ß√£o da Terra dever√° aumentar para 9 mil milh√Ķes em 2050. Um adicional de 2,5 ou 3 bilh√Ķes de pessoas, optando por comer menos cereais e mais carne e vegetais pode adicionar um adicional de cinco milh√Ķes km para o canal virtual do mencionado acima.

Uma avalia√ß√£o da gest√£o da √°gua na agricultura foi realizado em 2007 pelo Instituto Internacional de Gest√£o da √?gua no Sri Lanka para ver se o mundo tinha √°gua suficiente para fornecer alimentos para a sua popula√ß√£o crescente. Ele avaliou a atual disponibilidade de √°gua para a agricultura em escala global e mapeou os locais que sofrem de escassez de √°gua. Constatou-se que um quinto da popula√ß√£o mundial, mais de 1,2 bilh√£o, vivem em √°reas de escassez f√≠sica de √°gua, onde n√£o h√° √°gua suficiente para atender todas as demandas. A mais 1,6 mil milh√Ķes de pessoas vivem em √°reas experimentando escassez de √°gua econ√īmico, onde a falta de investimento em √°gua ou insuficiente capacidade humana tornam imposs√≠vel para as autoridades para satisfazer a demanda por √°gua. O relat√≥rio constatou que seria poss√≠vel produzir os alimentos necess√°rios no futuro, mas que a continua√ß√£o da produ√ß√£o de alimentos de hoje e as tend√™ncias ambientais levaria a crises em muitas partes do mundo. Para evitar uma crise mundial da √°gua, os agricultores ter√£o de se esfor√ßar para aumentar a produtividade para atender √†s crescentes demandas por alimentos, enquanto a ind√ļstria e cidades encontrar maneiras de usar a √°gua de forma mais eficiente.

Como um padrão científico

Em 07 de abril de 1795, o gramas foi definido em Fran√ßa para ser igual a "o peso absoluto de um volume igual de √°gua pura a um cubo de um cent√©simo de um metro, e a temperatura de fus√£o do gelo." Para fins pr√°ticos, por√©m, um padr√£o de refer√™ncia met√°lico foi necess√°rio, mil vezes mais massa, o quilograma . O trabalho foi encomendado, portanto, para determinar com precis√£o a massa de um litro de √°gua. Apesar do facto de a defini√ß√£o inexor√°vel do gramas de √°gua especificado a 0 ¬į C - uma temperatura altamente reprodut√≠vel - os cientistas escolheu para redefinir o padr√£o e para desempenhar as suas medi√ß√Ķes a uma temperatura de mais alta densidade de √°gua, que foi medido no momento como 4 ¬į C (39 ¬į F).

A escala Kelvin temperatura do sistema SI √© baseado na ponto triplo da √°gua, definida como exatamente 273,16 K ou 0,01 ¬į C. A escala √© uma temperatura absoluta escala com o mesmo incremento como a escala de temperatura em graus Celsius, o que foi originalmente definida de acordo com o ponto de ebuli√ß√£o (definido como 100 ¬į C) e o ponto de fus√£o (ajustado para 0 ¬į C) de √°gua.

A √°gua natural √© principalmente constitu√≠da pelo is√≥topos de hidrog√©nio-1 e oxig√©nio-16, mas tamb√©m √© pequena a quantidade de is√≥topos mais pesados, tais como o hidrog√©nio-2 ( deut√©rio). A quantidade de √≥xidos ou de deut√©rio √°gua pesada √© muito pequena, mas ainda afeta as propriedades da √°gua. √?gua de rios e lagos tende a conter menos deut√©rio do que a √°gua do mar. Portanto, a √°gua padr√£o √© definido na Especifica√ß√£o de Viena Padr√£o M√©dio Ocean Water.

Para beber

Um jovem bebendo da menina √°gua engarrafada
A disponibilidade de água: fração da população que utiliza fontes melhoradas de água por país.

O humano corpo cont√©m de 55% a 78% de √°gua, dependendo do tamanho do corpo. Para funcionar adequadamente, o corpo requer entre um e sete litros de √°gua por dia para evitar desidrata√ß√£o; a quantidade precisa depende do n√≠vel de actividade, temperatura, humidade, e outros factores. A maior parte desta √© ingerida atrav√©s de alimentos ou outros do que beber √°gua direto bebidas. N√£o est√° claro como a ingest√£o de √°gua quanto √© necess√°rio por pessoas saud√°veis, embora a maioria dos defensores concordam que aproximadamente 2 litros (6-7 copos) de √°gua por dia √© o m√≠nimo para manter a hidrata√ß√£o adequada. A literatura m√©dica favorece um consumo menor, tipicamente 1 litro de √°gua para um homem m√©dio, excluindo prescri√ß√Ķes adicionais devido √† perda de fluido do exerc√≠cio ou tempo quente. Para aqueles que t√™m os rins saud√°veis, √© bastante dif√≠cil de beber muita √°gua, mas (especialmente no tempo quente e √ļmido e durante o exerc√≠cio) √© perigoso beber muito pouco. As pessoas podem beber muito mais √°gua do que o necess√°rio durante o exerc√≠cio, no entanto, colocando-os em risco de intoxica√ß√£o por √°gua (hiper-hidrata√ß√£o), que pode ser fatal. A alega√ß√£o popular de que "uma pessoa deve consumir oito copos de √°gua por dia" parece n√£o ter nenhuma base real na ci√™ncia. Equ√≠vocos semelhantes sobre o efeito da √°gua na perda de peso e constipa√ß√£o tamb√©m foram dissipadas.

Símbolo de perigo para a água não potável

Uma recomenda√ß√£o original para a ingest√£o de √°gua em 1945 pelo Conselho de Alimenta√ß√£o e Nutri√ß√£o Estados Unidos Conselho Nacional de Pesquisa ler: "Um padrão comum para diversas pessoas é de 1 mililitro para cada caloria de alimento maior parte desta quantidade está contida em alimentos preparados.". O último relatório de ingestão dietética de referência pelo Conselho Nacional de Pesquisa dos Estados Unidos em geral recomendada (incluindo fontes de alimento): 3,7 litros para os homens e 2,7 litros de água total para as mulheres. Especificamente, grávidas e mulheres que amamentam precisam de fluidos adicionais para se manter hidratado. O Institute of Medicine (EUA) recomenda que, em média, os homens consomem 3,0 litros e mulheres 2,2 litros; as mulheres grávidas devem aumentar a ingestão de 2,4 litros (10 xícaras) e as lactantes devem obter 3 litros (12 xícaras), uma vez que uma especialmente grande quantidade de líquido é perdido durante a amamentação. Também observou é que normalmente, cerca de 20% do consumo de água provém de alimentos, enquanto o resto vem de beber água e bebidas ( Caffeinated incluído). A água é expelida do corpo em várias formas; atrav√©s e urina fezes, por meio de suor, e por exalação de vapor de água na respiração. Com o esforço físico e exposição ao calor, perda de água vai aumentar e as necessidades diárias de líquidos pode aumentar também.

Os seres humanos necessitam de água com algumas impurezas. Impurezas comuns incluem sais de metais e óxidos, incluindo cobre, ferro, cálcio e chumbo, e / ou nocivas bactérias , tais como Vibrio . Alguns solutos são aceitáveis ‚Äč‚Äče até mesmo desejável para o realce do paladar e para prestar a necessária electr√≥litos.

O recurso de água doce único maior (em volume) adequado para beber éo Lago Baikal, na Sibéria.

Lavando

A propensão de água para formar soluções e emulsões é útil em vários processos de lavagem. Muitos processos industriais dependem de reações que utilizam substâncias químicas dissolvidas na água, a suspensão de sólidos em água ou suspensões que utilizam água para dissolver e extrair substâncias. A lavagem é também um componente importante em vários aspectos de pessoal higiene corporal.

Transporte

O uso da água para o transporte de materiais através de rios e canais, bem como as rotas de navegação internacionais é uma parte importante da economia mundial.

Usos químicos

A água é amplamente utilizado em reacções químicas como um solvente ou reagente e menos comummente como um soluto ou catalisador . Em reacções inorgânicos, a água é um solvente comum, dissolvendo diversos compostos iónicos. Em reacções orgânicas, não é geralmente utilizado como um solvente de reacção, uma vez que não se dissolvem bem os reagentes e é anfotérico (ácido e básico) e nucleofílica. No entanto, estas propriedades são por vezes desejável. Além disso, a aceleração de tem sido observado reações Diels-Alder pela água. A água supercrítica tem sido recentemente um tópico de pesquisa. Saturado de oxigênio água supercrítica combusts poluentes orgânicos eficiente.

A troca de calor

Água e vapor são usados ‚Äč‚Äčcomo fluidos de transferência de calor em diversos sistemas de permuta de calor, devido à sua disponibilidade e capacidade elevada de calor, quer como um líquido de arrefecimento e para o aquecimento. A água fresca pode até ser naturalmente disponível a partir de um lago ou no mar. Condensação de vapor é um fluido de aquecimento particularmente eficiente, devido ao grande calor de vaporização. Uma desvantagem é que a água e o vapor são um pouco corrosivo. Em quase todos os elétrico estações de energia, a água é o líquido de arrefecimento, que vaporiza e impulsiona a vapor turbinas para impulsionar geradores. Em os EUA, arrefecimento usinas é o maior uso de água.

No nuclear indústria, a água também pode ser utilizada como um moderador de neutrões. Na maioria reactores nucleares, a água é tanto um refrigerante e um moderador. Isto proporciona uma espécie de medida de segurança passiva, como a remoção de água a partir do reactor, também retarda a reacção nuclear para baixo - no entanto outros métodos são favorecidos para parar a reacção e é preferido para manter o núcleo do reactor coberto com água, de modo a garantir o arrefecimento adequado .

Extinção de incêndio

A água é usada paralutar contraincêndios.

A água tem um elevado calor de vaporização e é relativamente inerte, o que o torna um bom fluido de extinção de incêndio. A evaporação da água transporta o calor para fora do fogo. É perigoso usar água em incêndios que envolvem óleos e solventes orgânicos, porque muitos materiais orgânicos flutuar na água e a água tende a espalhar o líquido inflamável.

Uso de água no combate a incêndios devem ter igualmente em conta os riscos de umaexplosão de vapor, o que pode ocorrer quando a água é utilizada em fogos muito quentes em espaços confinados, e de uma explosão de hidrogênio, quando substâncias que reagem com a água, tais como certos metais ou carvão quente, comocarvão,carvão,coque de grafite, decompor a água, produzindogás de água.

O poder de tais explosões foi visto no desastre de Chernobyl , embora a água envolvido não veio de combate a incêndios naquele momento, mas próprio sistema de resfriamento de água do reator. A explosão de vapor ocorreu quando o superaquecimento extremo do núcleo causado água a piscar em vapor. Uma explosão de hidrogénio pode ter ocorrido como resultado de uma reacção entre o vapor quente e zircónio .

Recreação

Praia Grand Anse, St. George,Grenada, √?ndias Ocidentais.

Os seres humanos usam água para muitos fins recreativos, bem como para o exercício e para o esporte. Algumas delas incluem natação, esqui aqu√°tico, canoagem, surf e mergulho. Além disso, alguns esportes, como hóquei no gelo e patinação no gelo , são jogados no gelo. Lakesides, praias e parques aquáticos são lugares populares para que as pessoas vão para relaxar e desfrutar de lazer. Muitos acham o som ea aparência da água que flui para ser calmante, e fontes e outras características da água são decorações populares. Alguns mantêm peixes e outras formas de vida em aquários ou lagoas para espetáculo, diversão e companheirismo. Os seres humanos também usam água para isto é esportes de neve esqui , trenó, snowmobile ou snowboard , o que exige a água a ser congelada.

Indústria da água

Um carregador de água naÍndia, 1882. Em muitos lugares onde a água corrente não está disponível, a água tem que ser transportados por pessoas.
A água manual debombanaChina

O indústria da água fornece água potável eserviços de águas residuais (incluindotratamento de esgoto) paraos agregados familiares eda indústria.instalações de abastecimento de água incluempoços de águapara cisternas decaptação de águas pluviais,rede de abastecimento de água,purificação de águainstalações,tanques de água,torres de água,tubulações de água, incluindo antigos aquedutos. geradores de água atmosférica estão em desenvolvimento.

A água potável é frequentemente recolhidas no molas, extraído de artificiais perfurações (poços) no solo, ou bombeada de lagos e rios. A construção de mais poços em locais adequados é, portanto, uma forma possível de produzir mais água, assumindo os aqüíferos pode fornecer um fluxo adequado. Outras fontes de água incluem a coleta de água da chuva. A água pode necessitar de purificação para o consumo humano. Isso pode envolver a remoção de substâncias não dissolvidas, substâncias dissolvidas e prejudiciais micr√≥bios. métodos mais populares são a filtragem com areia que só remove o material não dissolvido, enquanto cloração e de ebulição matar micróbios nocivos. Destilação faz todas as três funções. Existem técnicas mais avançadas, como a Osmose Inversa. dessalinização da abundante de água do mar é uma solução mais cara utilizada no litoral √°rido climas .

A distribuição de água potável é feito através de sistemas municipais de água, entrega de petroleiro ou como água engarrafada. Os governos em muitos países têm programas para distribuir água para os necessitados, sem qualquer custo.

Reduzindo o uso usando potável (potável) apenas água para consumo humano é outra opção. Em algumas cidades, como Hong Kong , a água do mar é amplamente utilizado para vasos sanitários em toda a cidade, a fim de preservar os recursos de água doce.

Poluindo a água pode ser o maior uso indevido único de água; na medida em que um dos limites de poluentes outros usos da água, torna-se um desperdício de recursos, independentemente de benefícios para o poluidor. Como outros tipos de poluição, este não entra contabilidade padrão de custos de mercado, sendo concebida como externalidades para as quais o mercado não consegue explicar. Assim, outras pessoas pagam o preço da poluição da água, enquanto os lucros das empresas privadas não são redistribuídos para a vítima população local desta poluição. Pharmaceuticals consumidos por seres humanos muitas vezes acabam nos cursos d'água e pode ter efeitos prejudiciais sobre a vida aquática se bioacumulação e Se eles não são biodegradáveis.

Instalações de águas residuais são galerias pluviais e estações de tratamento de águas residuais. Outra forma de eliminar a poluição de águas de escoamento superficial é bioswale.

Aplica√ß√Ķes industriais

A √°gua √© usada em geração de energia. A hidreletricidade é a electricidade obtida a partir de energia hidrelétrica. A energia hidrelétrica vem da água dirigindo uma turbina de água ligado a um gerador. A hidreletricidade é uma low-cost, fonte de energia não poluente, renovável. A energia é fornecida pelo movimento da água. Normalmente, uma barragem é construída sobre um rio, criando um lago artificial por trás dele. Água que flui para fora do lago é forçado através de turbinas que giram geradores.

Barragem das Três Gargantasé amaior estação de energia hidroeléctrica.

Água pressurizada é utilizado em jateamento de água e jacto de água cortadores. Além disso, pistolas de água muito alta pressão são utilizados para o corte preciso. Ele funciona muito bem, é relativamente segura, e não é prejudicial para o ambiente. Ele também é usado na refrigeração de máquinas para evitar o superaquecimento, ou impedir lâminas de serra de superaquecimento.

A água também é usado em muitos processos e máquinas industriais, tais como a turbina de vapor e do permutador de calor, para além da sua utilização como um produto químico dissolvente . A descarga de água não tratada de usos industriais, é a poluição . Poluição inclui solutos descarregadas ( poluição química) e água refrigerante descarregada (poluição térmica). A indústria necessita de água pura para muitas aplicações e utiliza uma variedade de técnicas de purificação tanto em abastecimento de água e de descarga.

Processamento de alimentos

A água pode ser usada para cozinhar os alimentos, tais como macarr√£o.

A água desempenha muitos papéis críticos dentro do campo da ciência dos alimentos. É importante para um cientista de alimentos para entender os papéis que a água desempenha dentro de processamento de alimentos para garantir o sucesso de seus produtos.

Solutos tais como sais e açúcares encontrados em água afectam as propriedades físicas da água. Os pontos de ebulição e de congelação de água são afectados por solutos, assim como a pressão do ar, o que por sua vez é afectada pela altitude. A água entra em ebulição a temperaturas mais baixas, com a pressão mais baixa do ar que ocorre em altitudes mais elevadas. Um mole de sacarose (açúcar) por quilograma de água aumenta o ponto de ebulição da água de 0,51 ° C, e uma mole de sal por kg aumenta o ponto de ebulição de 1,02 ° C; Do mesmo modo, o aumento do número de partículas dissolvidas reduz ponto de congelação da água. Solutos na água também afetam a atividade de água que afeta muitas reações químicas e o crescimento de micróbios em alimentos. A atividade de água pode ser descrita como a razão entre a pressão de vapor de água em uma solução à pressão de vapor da água pura. Solutos na água menor atividade de água. Isto é importante saber porque o crescimento mais bacteriana cessa em baixos níveis de atividade de água. Não só o crescimento microbiano afectar a segurança dos alimentos, mas também a preservação e vida útil dos alimentos.

A dureza da água é também um fator crítico no processamento de alimentos. Ele pode afectar significativamente a qualidade de um produto, bem como desempenhando um papel no saneamento. A dureza da água é classificada com base nas quantidades de cálcio removível sal de carbonato que contém por galão. A dureza da água é medida em grãos; 0,064 g de carbonato de cálcio é equivalente a um grão de dureza. A água é classificada como suave, se ele contém 1 a 4 grãos, forma se contiver grãos de 5 a 10 e duros se ele contém 11 a 20 grãos. A dureza da água pode ser alterada ou tratado por meio de um sistema de troca iónica química. A dureza da água também afecta o equilíbrio de pH, que desempenha um papel fundamental no processamento de alimentos. Por exemplo, a água dura impede a produção bem sucedida de bebidas límpidas. A dureza da água também afeta saneamento; com o aumento da dureza, há uma perda de eficácia para a sua utilização como um higienizador.

Fervendo, cozinhando e fervendo são populares métodos de cozimento que muitas vezes exigem imersão em água ou comida seu estado gasoso, de vapor. A água também é utilizada para a lavagem de loiça.

Lei da Água, a política de água e crise da água

Uma estimativa da proporção de pessoas nos países em desenvolvimento com acesso aágua potável1970-2000

A política da água é política afetadas por água e recursos hídricos . Por esta razão, a água é um recurso estratégico no mundo e um elemento importante em muitos conflitos políticos. Isso faz com que os impactos na saúde e danos à biodiversidade.

1,6 bilhão de pessoas passaram a ter acesso a uma fonte de água potável desde 1990. A proporção de pessoas nos países em desenvolvimento com acesso a água potável é calculada como tendo melhorado a partir de 30% em 1970 para 71% em 1990, 79% em 2000 e 84% em 2004. Esta tendência deverá continuar. Reduzir para metade, até 2015, a proporção de pessoas sem acesso sustentável à água potável é um dos mais Objectivos de Desenvolvimento do Mil√©nio. Esta meta deverá ser alcançada.

A 2006 das Nações Unidas relatório afirma que "não há água suficiente para todos", mas que o acesso a ela é dificultada pela má gestão e corrupção. Além disso, as iniciativas globais para melhorar a eficiência da prestação da ajuda, tais como a Declaração de Paris sobre a Eficácia da Ajuda, não foram tidas em conta pelos doadores do sector da água de forma tão eficaz como eles têm na educação e na saúde, potencialmente deixando vários doadores trabalhando em sobreposição de projetos e governos beneficiários sem poderes para agir.

Os autores do 2007 de Avaliação Compreensiva do Gerenciamento de Água em Agricultura citou a má governação como uma das razões para algumas formas de escassez de água. Governança da água é o conjunto de processos formais e informais, através do qual as decisões relacionadas com a gestão da água são feitas. Boa governação da água é principalmente sobre sabendo que processos funcionam melhor em um contexto físico e socioeconômico particular. Erros foram feitas às vezes por tentar aplicar 'blueprints' que trabalham no mundo desenvolvido para o desenvolvimento de locais do mundo e contextos. O rio Mekong é um exemplo; A análise pelo Instituto Internacional de Gerenciamento de Água de políticas em seis países que dependem do rio Mekong para a água descobriu que completa e transparente análises custo-benefício e avaliações de impacto ambiental foram raramente realizadas. Eles também descobriram que projecto de lei da água do Camboja era muito mais complexa do que precisava ser.

O World Report Desenvolvimento da Água das Nações Unidas (WWDR, ‚Äč‚Äč2003) do Programa Mundial de Avaliação da Água indica que, nos próximos 20 anos, a quantidade de água disponível para todos é prevista para diminuir em 30%. 40% dos habitantes do mundo atualmente tem água fresca suficiente para mínimos higiene. Mais de 2,2 milhões de pessoas morreram em 2000 de doenças de veiculação hídrica (relacionados com o consumo de água contaminada) ou a seca . Em 2004, o Reino Unido caridade WaterAid relatou que uma criança morre a cada 15 segundos de doenças relacionadas com a água facilmente evitáveis; muitas vezes isso significa falta de disposição de esgoto; ver WC.

Organizações preocupadas com a protecção da água incluem International Water Association (IWA), WaterAid, 1º Água, Recursos Association. American Water O International Water Management Institute realiza projetos com o objetivo de utilizar gestão eficaz da água para reduzir a pobreza. Convenções da água fazem Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD), Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navios, Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar e Convenção de Ramsar. Dia Mundial da Água tem lugar no dia 22 de março e Ocean World Day em 8 de junho.

A água utilizada na produção de um produto ou serviço éágua virtual.

Na cultura

Religi√£o

A água é considerada um purificador na maioria das religiões. Grandes religiões que incorporam a lavagem ritual ( ablução) incluem o Cristianismo , Hinduísmo , Islamismo , Judaísmo , movimento Rastafari, Xintoísmo , Taoísmo , e Wicca. de imersão (ou aspersão ou affusion) de uma pessoa na água é um centro de sacramento do cristianismo (onde é chamado de batismo ); é também uma parte da prática de outras religiões, incluindo o Islã ( Ghusl ), Judaísmo ( mikvah ) e Sikhismo ( Amrit Sanskar ). Além disso, um banho ritual em água pura é realizada pelos mortos em muitas religiões, incluindo o Islão eo Judaísmo. No Islã, as cinco orações diárias pode ser feito na maioria dos casos depois de concluir que lavam certas partes do corpo com água limpa ( wudu ), a menos que a água não está disponível (ver Tayammum ). Em Xintoísmo, a água é usada em quase todos os rituais para limpar uma pessoa ou uma área (por exemplo, no ritual de misogi ). A água é mencionado várias vezes na Bíblia , por exemplo: "A Terra foi formada da água e pela água" (NVI). No Alcorão, afirma-se que "as coisas vivas são feitas de água" e é muitas vezes usado para descrever o paraíso.

Filosofia

O filósofo grego antigo Empédocles considerou que a água é um dos quatro elementos clássicos, juntamente com fogo , terra e ar, e foi considerado como o ylem, ou substância básica do universo. Água foi considerado frio e úmido. Na teoria dos quatro humores corporais, a água foi associada com catarro. O elemento clássico da água também foi um dos cinco elementos no tradicional filosofia chinesa, junto com terra, fogo, a madeira, e metal.

A água também é tomada como um modelo a seguir em algumas partes da filosofia asiática tradicional e popular. 1891 tradução de James Legge do Dao De Jing afirma: "A maior excelência é como (a de) água. A excelência de água aparece em sua beneficiando todas as coisas, e em sua ocupação, sem se esforçar (ao contrário), a baixa lugar que todos os homens não gostam. Por isso (sua maneira) está perto (de que) o Tao "e" Não há nada no mundo mais suave e fraca do que a água, e ainda para atacar coisas que são firmes e fortes não há nada que possa tomar precedência das it-pois não há nada (de modo eficaz) para os quais ele pode ser alterado. "

Literatura

A água é utilizada na literatura como um símbolo de purificação. Exemplos incluem a importância crítica de um rio em Como I Lay Dying por William Faulkner eo afogamento de Ofélia em Hamlet.

Sherlock Holmesdeclarou que "A partir de uma gota de água, um lógico poderia inferir a possibilidade de umAtlânticoou umNiagarasem ter visto ou ouvido falar de um ou de outro. "

Retirado de " http://en.wikipedia.org/w/index.php?title=Water&oldid=544978947 "